Nesta quarta-feira (31/03), a Prefeitura de Sobral aplicou a primeira dose da vacina contra o coronavírus em moradores da comunidade quilombola de Jardim, no distrito de Patriarca. Os quilombolas, assim como os índios, estão inclusos no Plano Nacional de Imunização. Ao todo, 11 membros da comunidade receberam o imunizante da Oxford/Astrazeneca e devem tomar a segunda dose em 12 semanas.

“A minha maior alegria é estar sendo vacinada, pois por conta da doença, todos precisamos. Nós já estamos tomando [a vacina], mas agora vamos lutar também para que todos também tenham o direito de tomar”, afirma Francisca Maria, liderança da comunidade.

Segundo o coordenador dos Direitos Humanos da Secretaria dos Direitos Humanos, Habitação e Assistência Social (Sedhas), Chiquinho Silva, “o processo de imunização para os quilombolas é um marco histórico para a comunidade. A vacina salva vidas e aqui temos o compromisso das secretarias da Saúde e da Sedhas no reconhecimento de um direito desta comunidade. É uma conquista do movimento quilombola do Ceará, da Cerquice [Comissão Estadual dos Quilombolas Rurais do Ceará], da Conaq [Coordenação Nacional das Comunidades Quilombolas] e, sobretudo, da gestão municipal de Sobral que desde 2017 vem acompanhando todo o processo de autoafirmação da identidade quilombola da comunidade de Jardim”.

A ação foi realizada pela Secretaria da Saúde e acompanhada pela Secretaria dos Direitos Humanos, Habitação e Assistência Social (Sedhas), que vem acompanhando e assessorando o processo de autorreconhecimento da comunidade, por meio da Coordenadoria dos Direitos Humanos.