Podemos compreender a Epidemiologia como um instrumento principal para orientar a saúde coletiva. Seu objetivo principal é estudar os fatores que determinam a frequência e distribuição das doenças na coletividade humana, a fim de propor medidas de prevenção e controle, que sirvam de suporte ao planejamento, gestão e avaliação das ações de saúde. Desse modo, cada nível (municipal, estadual e federal) do sistema de saúde é responsável pelas atribuições da Vigilância Epidemiológica.

 Sistemas de Informação da Vigilância Epidemiológica

  • Sistema de Informação de Agravos de Notificação – SINAN
  • Sistema de Informação de Mortalidade – SIM
  • Sistema de Informação de Nascidos Vivos – SINASC
  • Sistema Informatizado da Monitorização das Doenças Diarréicas Agudas-SIVEP-DDA
  • Sistema de Informação do Câncer – SISCAN;
  • Gerenciador de Ambiente Laboratorial – GAL
  • Sistema de Informação Laboratorial da Tuberculose – SIL-TB
  • Programa Nacional de Imunizações, responsável pelas ações de vacinações do município:
  • Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunização – SI PNI
  • Sistema de Informação de Avaliação do Programa de Imunização – API Web
  • Que a Vigilância Epidemiológica deve ser realizada em todas as Unidades de Saúde
  • Que quanto mais oportuna for análise das informações mais eficiente será o sistema de vigilância epidemiológica.
  • Que a qualidade dos dados influencia diretamente na fidedignidade da informação.