ATENDIMENTO MÓVEL DE URGÊNCIA – SAMU 192           

O Ministério da Saúde vem concentrando esforços no sentido de implementar a Política Nacional de Atenção às Urgências, da qual o SAMU 192 é componente fundamental. Tal Política prioriza os princípios do SUS, com ênfase na construção de redes de atenção integral às urgências regionalizadas e hierarquizadas que permitam a organização da atenção, com o objetivo de garantir a universalidade do acesso, a equidade na alocação de recursos e a integralidade na atenção prestada.

O SAMU 192 é um serviço gratuito, que funciona 24 horas, por meio da prestação de orientações e do envio de veículos tripulados por equipe capacitada, acessado pelo número "192" e acionado por uma Central de Regulação das Urgências. O SAMU realiza os atendimentos em qualquer lugar: residências, locais de trabalho e vias públicas, e conta com equipes que reúne médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e condutores socorristas.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU 192 tem como objetivo chegar precocemente à vítima após ter ocorrido alguma situação de urgência ou emergência de natureza clínica, cirúrgica, traumática, obstétrica, pediátrica, psiquiátrica, entre outras, que possa levar a sofrimento, a sequelas ou mesmo a morte.  Trata-se de um serviço pré-hospitalar, que visa conectar as vítimas aos recursos que elas necessitam e com a maior brevidade possível.

Atualmente, o SAMU 192 atende 75% da população brasileira: 149,9 milhões habitantes, distribuídos em 2921 municípios com acesso ao SAMU 192 no território nacional. Em todo o país, o Ministério da Saúde já habilitou 2.965 unidades moveis, sendo 2.382 Unidades de Suporte Básico, 567 Unidades de Suporte Avançado e 217 Motolâncias, 9 Equipes de Embarcação e 7 Equipes Aeromédicas (Brasil,2015).

Em Sobral o Serviço foi inaugurado em 05 de agosto de 2005, é um serviço municipal, onde o Estado tem projeto para expansão por toda a zona Norte do Ceará. Estamos a 11 anos servindo a população sobralense. Nestes 12 anos o SAMU recebeu 599.534 ligações, dentre estas 202.577 pessoas receberam atendimentos de equipes especializadas, 7.730 transferências inter hospitalares, 4.193 orientações foram prestadas, demonstrando assim a importância do mesmo para o município. O Serviço ainda dispõe de parcerias com outras secretarias, como a Educação e Segurança Pública, parceria com a Universidade Vale do Acaraú – UVA, Faculdades INTA, sendo importante campo de estágio para os mesmos, contribui também para inúmeros cursos técnicos vigentes em nosso município.

Contamos com uma frota de seis ambulâncias, sendo 01 Unidade de Suporte Avançado (USA), 02 Unidades de Suporte Básico (USB’S), 03 reservas técnicas e uma motolância. No quadro de pessoal temos 68 funcionários, 16 médicos, 8 enfermeiros, 13 técnicos de enfermagem, 13 condutores socorristas, 13 técnicos auxiliares de regulação médica, 01 secretária, 04 vigilantes, 01 Coordenador e 01 gerente. Os vínculos variam de comissionado, contratados e terceirizados.

 O atendimento do SAMU 192 começa a partir do chamado telefônico, quando são prestadas orientações sobre as primeiras ações. O serviço pode ser acessado gratuitamente pelo número 192, a partir de qualquer telefone, fixo ou móvel. A ligação é atendida por técnicos, que identificam a emergência e coletam as primeiras informações sobre as vítimas e sua localização. Em seguida, as chamadas são remetidas ao Médico Regulador, que presta orientações ás vítimas e aciona as ambulâncias quando necessário.

O SAMU 192 é um serviço territorializado e móvel. As ambulância são distribuídas estrategicamente, de modo a otimizar o tempo-resposta entre os chamados da população e o encaminhamento aos serviços hospitalares de referência. A prioridade é possibilitar a cada vítima um atendimento no menor tempo possível, inclusive com o envio de médicos conforme a gravidade do caso. As unidades móveis podem ser ambulâncias e motolância, conforme a disponibilidade e necessidade de cada situação, sempre no intuito de garantir a maior abrangência possível.

Quando chamar o SAMU 192

  • Na ocorrência de problemas cardio-respiratórios;
  • Em casos de Intoxicação exógena;
  • Em caso de queimaduras graves;
  • Na ocorrência de maus tratos;
  • Em trabalhos de parto onde haja risco de morte da mãe ou do feto;
  • Em casos de tentativas de suicídio;
  • Em crises hipertensivas;
  • Quando houver acidentes/traumas com vítimas;
  • Em casos de afogamentos;
  • Em casos de choque elétrico;
  • Em acidentes com produtos perigosos.